Cuidado com os antibióticos

Quando a gripe e a constipação atacam, apesar de não ser o correto, o primeiro instinto é ir buscar as sobras do último antibiótico que tomou, uma vez que fez efeito e tratou a infeção.

Por ser uma substância que mata e/ou que dificulta o crescimento de bactérias, o antibiótico serve única e exclusivamente para as combater, sendo desaconselhado a toma quando não é necessário. Visto que no caso da gripe e da constipação são vírus, o antibiótico não tem qualquer tipo de efeito no organismo. O único resultado vai ser o aumento da resistência do seu organismo cada vez mais crescente aos antibióticos.

O uso racional dos antibióticos tem sido objeto de discussão. Dados recentes de estudos da União Europeia indicam que está a aumentar o número de doentes resistentes aos antibióticos. É essencial combater os sintomas causados pelo vírus da gripe e da constipação com medicamentos, como os analgésicos e descongestionantes nasais, assim como com pequenos cuidados a ter: repouso e ingestão de líquidos para evitar a desidratação.

Consulte o seu médico caso os sintomas se mantenham durante vários dias, ou no caso de a gripe desenvolver sintomas de pneumonia (semelhantes aos de uma gripe, acompanhados de dor na zona torácica, confusão, falta de ar, prostração e um mal-estar geral).

Tópicos: 
Dicas úteis
Consentimento de cookies